quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Decoração de Mesas



Desde menina sempre fui fascinada por decoração de mesas. Sempre observei detalhes que compunham uma mesa posta e tive como fonte de inspiração as próprias regras de etiqueta.
 
 

Quando ainda muito menina, com uns 10 anos de idade, cheguei na casa de uma amiguinha e estava na hora da sobremesa. Sobre a mesa impecavelmente decorada, havia um pudim enorme, branco como algodão doce e coberto por frutas vermelhas. Fiquei admirada com tanta beleza e comentei como estava lindo aquele prato. Ouvi a seguinte frase da mãe desta minha amiga: “querida, quando vamos fazer uma refeição, primeiro comemos com os olhos”. E isto me acompanhou por toda vida, reforçando o que eu já gostava que era mesas ricas em detalhes.
 

Hoje, continuo fascinada por decoração de mesas e independente de ter eventos ou visitas em casa, faz parte de meu dia a dia apreciar mesas decoradas. Busco a harmonia perfeita na combinação de louças, talheres, copos, forros e guardanapos. Digo ainda que muitas vezes confecciono os forros que idealizo assim como porta guardanapos de modelos, pedrarias e cores diferentes na preocupação da harmonização de beleza.
 
 

Acredito que o detalhe faz a diferença e busco sempre fazer esta diferença seja para um café, um chá, um jantar ou até mesmo a beira da piscina num churrasco descontraído.
 

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Marionetes


Admiro as pessoas criativas, que sabem aparecer pela ousadia a que se propõe. Pessoas que fazem o diferente e se mostram ao mundo de forma inusitada seja pelo trabalho, pelo comportamento ou mesmo no dia a dia.

Hoje falamos do estilista Fause Haten, paulistano, filho de imigrantes libaneses que ao chegarem ao Brasil fixaram residência na região da 25 de março. Menino ambicioso que cresceu trabalhando e idealizando o futuro que hoje chega com glória e aplausos!

Hoje, consagrado nos palcos da moda com suas criações que mais parecem uma brincadeira de cores e comprimentos ganha aplausos com a exposição que mostrou Shopping Morumbi, São Paulo. Exposição está que recebe o nome de “O Mundo maravilhoso de Dr. F.” e resultado de sua apresentação no SPFW deste ano.

Marionetes e miniaturas vestidas com criações do estilista foram a grande sensação dos desfiles em São Paulo. É a alta costura, apresentada em miniaturas e rica em detalhes que homenageiam ícones do mundo da moda, mostrando realmente o ser diferente e o fazer a diferença.
Tânia Franco

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Contanto pontos

Há alguns anos atrás, nós adolescentes, éramos inscritas em uma escola de boas maneiras e, claro, não escapei desta. Fui levada pela minha mãe para a Socila*. Apesar da escola ser para formação de modelos, várias meninas frequentavam para aprender postura, elegância e sofisticação.



Vivi numa época onde estes valores eram muito importantes e tínhamos que aprender para ingressarmos na sociedade. Ou seja, criança vivia no lugar de criança e quando chegava a hora de frequentar lugares de adultos, isto nos era ensinado por estas escolas especializadas em comportamento e boas maneiras.

Tínhamos aulas de etiqueta onde manipular copos e talheres com delicadeza era símbolo de boa educação. Aulas de como receber e bem conviver, automaquiagem, como se vestir, andar com leveza e elegância, portar diante de várias situações, além de subir e descer escadas, sair do carro e vários outros detalhes.

Enfim, fui preparada para ingressar na tão esperada sociedade! Isto era um sonho para toda adolescente, fazer o curso de boas maneiras e ter afinal seu baile de debutantes. Esta repaginação era o ingresso para frequentar eventos e reuniões de adultos.

Confesso que isto foi importante em minha vida! E, mesmo não precisando usar todo aprendizado adquirido frequentemente, é maravilhoso estar segura e saber se virar independentemente do ambiente ou situação. É um aprendizado para toda vida!



Hoje, saudosa me recordo claramente de como aprendi a andar de sapatos de salto. Era uma longa passarela onde desfilávamos de um lado para outro, de uma ponta a outra... Detalhe, tudo isto equilibrando um grande livro, pesado, em cima da cabeça. Era a primeira lição para andar com elegância, barriga para dentro, ombros para trás e olhos para frente!

A professora de vestuário, hoje chamada de personal stylist, tinha uma tabela de pontos que classificava as peças de roupas. Uma camisa estampada valia mais pontos do que uma camisa branca, ou, um brinco grande valia mais pontos do que um brinco pequeno. Um determinado número de pontos não deveria ser ultrapassado em hipótese alguma, o que significava que a produção estava em perfeita harmonia.

Detalhes que devíamos saber, e foi assim, contando pontos, que aprendi a me vestir! Ou pelo menos tentei...


* Sociedade Civil pela Integração Literária e Artística (SOCILA) foi a 1ª escola para modelos no Brasil, fundada em 1954 e era localizada no Rio de Janeiro. Administrada pelas sócias Maria Augusta Nielsen e Ligia Carrato, juntas era chamada de “fabricantes de estrelas” e dedicavam-se a ensinar etiquetas. 

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

“Less is More” na arte de receber



Receber amigos em casa é um grande prazer na minha vida, é um afago à alma do bem viver. É dividir com estes queridos um pouco do meu lar, da minha gastronomia (gosto de cozinhar para meus convidados), dos meus segredinhos de boa anfitriã...risos.
 
 
Gosto da elegância da simplicidade para receber. Acredito que ser chic mesmo é ter charme nos pequenos detalhes, transformando pequenos momentos em lembranças inesquecíveis com muito estilo e personalidade.
Sempre que estou preparando e planejando para receber meus convidados lembro do grandioso arquiteto Alemão Mies van der Rohe que tem uma das frases mais conhecidas do mundo: “Less is More”.
Sim, menos é mais no receber, no bem viver, na sua casa ou na vida! Com simplicidade, há como ser sofisticada sem ser esnobe, sem querer mostrar o que não é. A sua autenticidade deixará seu convidado interagir espontaneamente e a vontade para ser um belo encontro. O bem estar de seu convidado é mais importante do que qualquer talher sofisticado ou um copo errado.

 
Prepare para receber seus amigos! Cuide dos detalhes, vista sua casa com flores, use uma roupa linda, para que seja percebido o carinho que você teve ao preparar para tal ocasião. Uma boa música ambiente contribui para integração dos convidados e, não esquecendo que o cardápio, mesmo que não seja preparado por você, deverá ser impecável e delicioso!
 Tânia Franco

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Salada Tropical


Há quem diga que cozinhar é uma arte. Para mim, cozinhar é uma forma de descontrair, de relaxar, de me divertir e sobretudo, cozinho com um grande prazer!
Me distraio preparando uma receita, pensando nas pessoas que irão saborear aquele prato, nos elogios que vou receber (risos). Sim, todos gostamos de elogios!!! E assim, encontro uma forma de me distrair e desligar dos afazeres do dia a dia.

Este final de semana fiz uma salada do chef Olivier que foi inspirada em sua viagem a Moçambique e tem um sabor incrivelmente surpreendente e agradável!



SALADA TROPICAL
Ingredientes:
1 pepino sem casca (ou meio pepino por pessoa )
5 limões
½ pimentão amarelo
½ pimentão vermelho
1 celoba roxa
500ml de água com gás
500gramas de camarão sem casca
100 gramas de alcaparras
1 colher (sopa) rasa de pimenta verde
½ maço coentro picado ou salsa picada
1 colher (sopa) sal grosso

 Modo de preparo:
Corte o pepino ao meio na horizontal em duas partes. Retire as sementes e corte-os em fatias pequenas. Coloque o pepino cortado em uma vasilha com sal grosso na geladeira por 15 minutos, ou mais. Retire da geladeira e lave os pedaços amassando para tirar o sal. Esprema dois limões no pepino e reserve na geladeira para retirar o restante do sal.

Retire as sementes dos pimentões e corte-os em tiras finas. Coloque as tiras dos pimentões em uma vasilha, esprema um limão e reserve na geladeira. Corte a cebola em pequenas rodelas, coloque na água com gás e reserve por 10 minutos na geladeira para tirar a acidez. Frite os camarões com um pouco de azeite. Agora retire o pepino da geladeira e enxague novamente. Secando e torcendo bastante com um pano. Seque a cebola e misture com o pepino, o pimentão, as alcaparras, a pimenta verde e o coentro. Esprema mais dois limões, jogue por cima e misture bem. Coloque os camarões e sirva.

Observação e minhas dicas:
- O pepino preparado com sal grosso fica mais crocante.
- Esta receita serve duas pessoas
- A pimenta que usei foi a pimenta de cheiro que encontramos com facilidade nas feiras
- O limão que usei foi o limão sicilianos que gosto muito do sabor e também serve para   enfeitar e dar acabamento ao prato.

Bom apetite!
Tânia Franco

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Design Brasileiro

Em Bento Gonçalves, cidade do Rio Grande do Sul, acontece esta semana, a feira CASA BRASIL com exposição de produtos contemporâneos de alto padrão para arquitetura e decoração.
Nomes consagrados de nosso design moveleiro estão presentes com criações exclusivas que vem enriquecer e aquecer o mundo do design exclusivo.



Guto Índio da Costa é um dos Brasileiros selecionados para celebrar o "Design Mercosul" que apresenta cerca de 30 peças de designers do Brasil, Uruguai e Argentina.
Sérgio Rodrigues mostra a criação da poltrona Tetê  em parceria com Fernando Mendes.
 
 
 
 Ronaldo Fraga em parceria e Heloísa Crocco com o projeto "Design na pele" criam novos produtos que encantam pelo novo material utilizado.
 
 
E para o projeto "Bancos de Ideias" que neste ano tem o tema Copa do Mundo, importantes arquitetos e designers brasileiros se inspiraram na principal competição de futebol do mundo. Dentre eles está: Sérgio Faher, Olegário de Sá, Enrico Franco, Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande.


Tânia Franco
 

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Delicadezas


Não poderia deixar de compartilhar a delicadeza que me encantou com o carinho de amigos e parceiros na passagem de meu aniversario. 
São mimos que aquecem o coração!!!!.....


Cadeiras, formas e conforto



Quem não gosta de chegar em casa e ter aquela cadeira aconchegante, que parece lhe abraçar, esperando para você relaxar? Ou chegar ao trabalho e encontrar uma cadeira que te deixa elegante e confortável para o dia?

 
Pois bem, nossa coluna vertebral depende desta postura que utilizamos ao sentar e onde passamos maior parte das horas de nossos dias. São cadeiras ergonômicas e que nos oferecem melhores condições para sentar corretamente. Tem regulagem de altura porque é importante apoiar os pés no chão quando sentados e ao mesmo tempo um apoio aos braços e punhos quando em posição de trabalho.
 Com a abertura esta semana da Casa Brasil, em Bento Gonçalves (RS), a feira nacional com os melhores designers moveleiros, destaco Sérgio Rodrigues, que desde os anos 50 vem nos presenteando a cada ano com cadeiras ergonomicamente corretas e com design exclusivo nos atendendo a este conforto necessário à nossa saúde.

Suas cadeiras são de materiais tradicionais como couro, palhinha e madeira exaltando a cultura brasileira e indígena. É dele também o Brasil-brasileiro com o Brasil-de-Ipanema, cantada por Tom Jobim e Vinicius de Morais em Garota de Ipanema.                                                   

Este ano Sérgio Rodrigues traz como destaque para a Casa Brasil 2013 a poltrona Tetê em couro e madeira em parceria com seu primo Fernando Mendes.

“O móvel não é só figura, a peça, não é só o material de que esta peça é composta, e sim alguma coisa que tem dentro dela. É o espírito da peça.”. Assim defini Sérgio Rodrigues sobre o móvel brasileiro a que produz.

Tânia Franco

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Sinais


Participo de um grupo de mulheres executivas que se encontram mensalmente para um jantar sempre regado a uma boa palestra e um agradável bate-papo.

Nestes jantares sempre temos um convidado que nos apresenta um tema para debate. Hoje recebemos uma psicóloga que nos falou sobre “Inconsciente familiar e nossa herança psicológica genética”.

Entre várias abordagens, compartilho com vocês – superficialmente porque o tema é complexo, coisa para profissionais – o que achei mais curioso, os “sinais” que se apresentam durante a nossa vida e que muitas vezes não enxergamos ou não queremos enxergar. E isto explica por exemplo, comportamentos ou erros que cometemos repetidamente. Ela ilustrou com o exemplo de uma mulher que jura para si mesma que jamais se casaria com um homem parecido com o seu pai, ou seu irmão. Durante o namoro ela teve vários sinais que indicam as características do namorado, mas que ela não enxerga, não dá atenção porque está voltada para uma outra coisa, no final ela se vê casada com um homem com as mesmas características de um familiar. E ainda, fez a mesma escolha no segundo casamento. Outro exemplo, são comportamentos que percebemos em crianças de nossas famílias semelhantes a comportamentos de antepassados que elas não conheceram “menino para com isto, você está parecendo com o seu avó!”.


Afinal?

É preciso parar para pensar e conscientemente mudar a escolha, quebrar as escolhas e decisões inconscientes. Deixar de fazer uma escolha compulsiva e passar a fazer a livre escolha. Cada um pode mudar o seu próprio destino, basta ter consciência do que está acontecendo, prestar atenção!

Temos influências de antepassados, mas temos também do meio social, cultural e econômico que vivemos. Apesar de termos uma herança genética, se quisermos, podemos anular esta herança, ou se não quisermos, podemos desenvolvê-la. Mesmo que tenhamos em nossa genética a herança de uma doença, por exemplo, apesar de tê-la podemos anulá-la. 

Fácil? Claro que não! Mas, vale exercitar!

sábado, 10 de agosto de 2013

O seu perfume é a sua cara?

Eu nunca havia parado para pensar no meu perfume, geralmente ia a uma loja, dava umas borrifadas e escolhia um aroma que mais me agradasse.

No verão usava body spray, à noite um perfume mais forte, durante o dia uma colônia ou o que tinha a mão. Mas, como tudo muda, nós crescemos e os gostos vão ficando mais apurados.

Assim, um dia, em uma grande perfumaria, encontrei um aroma com a minha cara. Foi amor a primeira vista (ou a primeira cheirada?...rs...). 

Encontrei o meu perfume! Fresco e suave, mostra quem sou! Se tornou minha marca pessoal. Depois de algum tempo, claro, analisei outras fragrâncias  e me apaixonei por um  novo perfume e assim será, sempre em busca de uma nova fragrância.

Para mim, o meu perfume é o meu segredo, revelado na convivência. E sinceramente, adoro quando as pessoas comentam que o meu perfume é gostoso.

O perfume diz muito sobre a pessoa!


Se nenhum perfume ainda te enfeitiçou, faça a sua pesquisa e descubra a fragrância que te faz feliz, mesmo que seja somente por um tempo. Depois de algum tempo, reavalie se essa fragrância ainda representa quem você é.

Enfim, cada um deve ter o seu próprio perfume, que combina com a pele e que adora! 

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Cores da Vida


Sou louca por detalhes, pelas possibilidades, pelas cores, pelas formas, pela arte, pelo design, pela arquitetura. Tenho paixão pelos aromas, texturas, materiais, produtos, obras, pelo colorido....

O mundo é magico, sublime e nos da tantas possibilidades e alternativas que as vezes nos perdemos em meio a vastidão e imensidão.

O mundo é lindo, o mundo e magico, o mundo é imenso e colorido....

Cores!!!!! Ah se não fossem as cores!!!!! Infinitas cores!!!!!!!

Cores que nos alegram, que nos enchem a alma, que nos traz alegria, informação e traduz um viver com mais emoção.
O dia está feliz, amarelo, sol, verde, plantas, calor, alegria, luz, carnaval.

A noite esta fria, cinza, nublada, sublime e a escuridão é mostrada apenas com um pontinho de branco, vindo ao longe da lua pálida que tenta sair por entre as nuvens.

E as cores definem o espírito da vida, o calor da alma e pessoas caminhando pelas ruas formam nuances variadas numa coloração que aquece o dia e assim formam-se os ciclos.

Dia após dia, numa rotatividade constante, e as cores se repetem ou não.....

E você, qual a cor tem sua vida?

Tânia Franco

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

365 dias sem compras! Faz sentido?


Quem é que não gosta de roupa nova? Óbvio que adoramos, é simplesmente uma delícia comprar uma peça nova!

Depois que voltamos de nossa viagem de 2010, resolvemos cair na tentação de ficar 365 dias sem fazer compras. A justificativa era que tudo no Brasil está muito caro - roupas, sapatos, bijoux, ainda mais!

E conseguimos! Ficamos exatamente 1 ano sem comprar nada, nem uma peça de roupa, um par de sapato ou um colarzinho.

A grande questão é: valeu?

Eu acredito que sim, mas não da forma como todos imaginam – financeiramente. A mudança foi muito mais na forma de enxergar e definir o meu verdadeiro estilo.

Na verdade não tratei este ano sem compras como um ano de sacrifício ou sofrimento – é claro que não fazia questão de ir ao shopping e ficar olhando vitrines - , tentei curtir o exercício de  buscar a cada dia uma opção usando somente o que estava no armário – é isto o que vai mudando a capacidade de combinar e fazer produções diferentes - , já que não dava para abrir as portas do armário e falar “não tenho nada para vestir”.

No final disto tudo, acabei arrumando a bagunça do meu armário, me livrei de todo o excesso de roupas – sem trapacear dizendo “esta roupa velhinha que eu gosto tanto vai ficar” -, roupas sem uso há um ano, foram descartadas. Não perdi o foco e me livrei de muita coisa, e sinceramente, foi mais fácil do que eu imaginava. 

Examinei cada peça perguntando se fazia sentido que ela permanecesse no meu armário (Eu ainda gosto disto? Isto faz sentido com o meu estilo e idade? Isto ainda serve?).
Agora sei quando uma peça já deu o que tinha que dar e vou usar somente o que tenho de melhor no meu armário (sabe aquela velha história prefiro pouco e bom) , e ainda, aprendi a comprar, ou pelo menos, o meu desejo de comprar já não é tão grande.

Enfim, sou uma nova mulher ...rs... com poucas peças, uso o melhor que tenho e minhas compras são mais seletivas.

Valeu!

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Dos Cielos

Imaginem um restaurante onde o prazer de degustar um alimento vem inicialmente da sensografia!  Sim, interpretações gráficas geradas a partir de sabores, emoções, sensações e texturas.

Dois chefes, jovens, talentosos e cozinhando para você!!! Eles existem... e cozinham “mesmo” para você!!! ... risos... Ahhh...!!! Um sonho, destes que não queremos acordar jamais.

Sérgio e Javier, são gêmeos, e além de cuidar especialmente de cada prato que sai da cozinha, são de um carisma e talento inigualáveis.

É necessário fazer reserva com antecedência, eles confirmam um dia antes e ainda perguntam se algum dos convidados tem alergia a algum alimento. Para minha surpresa, quando foi servido um prato com camarão, serviram um outro prato  para minha irmã  alérgica a frutos do mar.

O restaurante localiza-se no 24o. andar do hotel ME em Barcelona, de onde se tem uma vista encantadora. Lugar sofisticado, serviço primoroso, os espaços entre as poucas mesas existentes permitem o desfile e maestria dos garçons que a cada prato a apresentar, bailam sobre o salão. 

O cardápio impecável é  renovado a cada estação. Sempre que tenho oportunidade de ir a este magnifico lugar, faço a escolha pelo menu confiance, meu preferido porque a cada prato sou surpreendida com novo design,   aromas magníficos e sabores daqueles que queremos guardar para eternidade.


Há dois meses, quando tive oportunidade de voltar a este restaurante, fui surpreendida com um prato que continha 43 vegetais, harmonizado delicadamente e por um outro prato com alimentos nas cores do Brasil que me fez sentir especial. O prato “Brasileiro” foi feito para nós, irmãs do Loucas por detalhes e Brasileiras!!! E, ao final, como última sobremesa, cada uma das três irmãs, receberam um porta joia! Fiquei boquiaberta com a gentileza e delicadeza. Era a surpresa do chef especialmente para estas clientes. O que havia dentro deste porta joias??? A mais bela e magnifica trufa que já comi em toda minha vida.

Tânia Franco